<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6248200\x26blogName\x3dora+foda-se+!\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://quimoncada.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://quimoncada.blogspot.com/\x26vt\x3d2557654419995098276', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

 

ATENÇÃO CAMBADA! A informação, que de se seguida iram aceder é alvo de conteúdo meramente fictício e tudo que se assemelha com a realidade é uma verdadeira coincidência. As pessoas com extrema sensibilidade não deveram aceder a informação contida neste blog e deveram ignorar apagando esta janela!

 


«A Google lê os vossos e-mails»

Durante a apresentação de um evento da Microsoft no Reino Unido, o CEO da empresa não perdeu a oportunidade para lançar uma farpa aos rivais da Google.

Ballmer discursava no Microsoft Startup Accelerator Programme - um fundo destinado a ajudar empresas inglesas interessadas em implementar serviços da Microsoft - sobre o futuro do modelo de negócio do software.

O CEO da Microsoft defendeu a coexistência de dois modelos: um comercial e um gratuito suportado por publicidade. Quando falava sobre a dificuldade que a Microsoft tem em ganhar dinheiro com o Windows Live Hotmail, Ballmer traçou uma comparação: «A Google teve a mesma experiência, apesar de eles lerem os vossos e-mails e nós não».

A Microsoft aproveita assim para juntar a sua voz ao coro de críticas vindas dos defensores da privacidade sobre a política do serviço de e-mail da Google, o Gmail. Em causa está o sistema de publicidade contextual utilizado no Gmail, que processa as palavras-chave que encontra no conteúdo de cada e-mail e mostra anúncios relevantes.
« Voltar | Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »

» Enviar um comentário