<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6248200\x26blogName\x3dora+foda-se+!\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://quimoncada.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://quimoncada.blogspot.com/\x26vt\x3d-3681883649187318741', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

 

ATENÇÃO CAMBADA! A informação, que de se seguida iram aceder é alvo de conteúdo meramente fictício e tudo que se assemelha com a realidade é uma verdadeira coincidência. As pessoas com extrema sensibilidade não deveram aceder a informação contida neste blog e deveram ignorar apagando esta janela!

 


Frases retiradas de revistas femininas da década de 50 e 60


- Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das Moças, 1957)


- Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afecto. (Revista Claudia, 1962)


- A desarrumação numa casa-de-banho desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa. (Jornal das Moças, 1965)


- A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de incomodá-lo com serviços domésticos. (Jornal das Moças, 1959)


- Se o seu marido fuma, não arranje zanga pelo simples facto de cair cinzas nos tapetes. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa. (Jornal das Moças, 1957)


- A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar a uma mulher que não tenha resistido a experiências pré-núpciais, mostrando que era perfeita e única, exactamente como ele a idealizara. (Revista Claudia, 1962)


- Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorad a ou noiva, na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu. (Revista Querida,1954)


- O noivado longo é um perigo. (Revista Querida, 1953)


- É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido. (Jornal das Moças, 1957)


E para finalizar, a mais de todas:

- O LUGAR DA MULHER É NO LAR. O TRABALHO FORA DE CASA MASCULINIZA. (Revista Querida, 1955)


A CONCLUSÃO A QUE TODOS OS HOMENS CHEGAM:

Já não se fazem mais revistas didácticas e carregadas de moral como antigamente....

« Voltar | Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »

» Enviar um comentário