<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6248200\x26blogName\x3dora+foda-se+!\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://quimoncada.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://quimoncada.blogspot.com/\x26vt\x3d-3681883649187318741', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

 

ATENÇÃO CAMBADA! A informação, que de se seguida iram aceder é alvo de conteúdo meramente fictício e tudo que se assemelha com a realidade é uma verdadeira coincidência. As pessoas com extrema sensibilidade não deveram aceder a informação contida neste blog e deveram ignorar apagando esta janela!

 


As aventuras de Cotoco I
Cotoco era um menino muito, muito, mas muito triste, pois não tinha os dois braços e as duas pernas . . .
Os amigos sempre tentavam levá-lo pra passear e divertir.
Um dia o pessoal resolveu ir à praia.
- Já sei! Vamos levar o Cotoco - disse alguém. . .
- É isso! Vamos, Cotoco, vamos pra praia e vamos levar-te com a > gente.
- Não, de jeito nenhum! Vocês não vão se divertir se me levarem...
- O que é isso, Cotoco! A gente reveza e cuida de você.
De tanto insistirem o Cotoco resolveu ir, e chegando lá os amigos o colocaram bem na beira da da água, e ele ficou se divertindo. Mas o pessoal se distraiu e ele foi ficando por lá . . .
De repente a maré começou a subir, subir e enquanto as ondas iam e vinham ele ia afundando, afundando.
Cotoco então começou a se desesperar ....
- Socorro !!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!!!!!! - gritava o Cotoco.
Foi aí que um bêbado o avistou de longe e correu para o resgate.
Heróico, o bêbado pegou Cotoco nos braço e começou a nadar vigorosamente.
E o Cotoco pensou:
- Ufa! Agora estou salvo. . .
Porém o bêbado estava indo pro lado errado e quando finalmente estava com água na altura do peito lançou Cotoco violentamente para o fundo da água e gritou:
- Vai, tartaruguinha. . . . . vai . . . .

Cotoco II Capítulo
No quase fatídico e trágico acontecimento na praia, no qual um banhista bêbado pensou que ele fosse uma pobre tartaruguinha e o lançou bem longe no alto mar, Cotoco começou a nadar com as orelhas!
Cotoco virou uma celebridade. Virou nadador profissional. Apareceu no Jornal Nacional deu entrevista no Grande Entrevista, ganhou destaque no Domingo Desportivo e foi chamado para ir aos Jogos Para-Olímpicos.
Chegou o grande dia! Uma equipe contratada começa a prepará-lo e outra, especialmente treinada, joga Cotoco na piscina, mas para espanto geral, o pobre Cotoco fica parado no fundo da piscina, obviamente sem se debater, já que não tinha braços e pernas, e é retirado às pressas para a superfície. Ainda assustado com o grupo de curiosos que se forma à sua volta, Cotoco vai recuperando o fôlego.
Todos esperam uma explicação para tamanho fracasso até que Cotoco consegue finalmente dizer:
-Quem foi... o filho da puta que me...colocou... a porra da touca?!!!!

Cotoco III Capítolo
Depois da quase trágica aventura no mar e da sua curta carreira como nadador, o coitado do pobre cotoco resolveu fazer um programa que "APARENTEMENTE" não o colocaria em perigo. Eis que ele reuniu seus fiéis amigos e foram a um circo...
Decorria o número do domador de leões, quando o leão escapou da jaula e foi para cima do público. As pessoas começaram a correr de um lado para o outro, e os amigos do pobre Cotoco, é claro, deram á sola.... Cotoco se debatia nas arquibancadas e se esforçava para sair dali.
Alguns, ao verem o pobre deficiente, gritavam para que alguém o acu disse:
-Olha o aleijado!!! Olha o aleijado!!!
E Cotoco debatendo cada vez mais rapidamente pelas arquibancadas.
Olha o aleijado!!! Olha o aleijado!!!
E Cotoco, sem aguentar gritou:
- VÃO TODOS SE FODER, SEUS FILHOS DA PUTA!!!
- PANELEIROS !!!
- DEIXEM O LEÃO ESCOLHER SOZINHO !!
« Voltar | Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »
| Proximo »

» Enviar um comentário